1. Aligator
  2. Blog
  3. Sites
  4. O que é um site responsivo?

O que é um site responsivo?

Sábado, 18 de novembro de 2017

Nos dias atuais, nos quais grande parte da população usa a internet pelo celular, a importância do seu site ser responsivo é maior. Essa relevância aumentou quando o Google, em abril de 2015, aproveitando essa crescente do público que consome conteúdo via celular, fez mudanças em seu algoritmo de busca, visando privilegiar sites que são mobile friendly, ou seja, sites responsivos.

O que é um site responsivo?

O site responsivo é aquele que se adapta a qualquer tela, seja ela de um PC comum ou de um dispositivo móvel, como celulares ou tablets. O objetivo é que essa adaptação aconteça de forma fluída, em que as imagens e todo o conteúdo do site não perca qualidade. Com isso, o usuário terá a melhor experiência possível, independente do tamanho de tela que ele esteja usando para acessar um determinado site. Se o usuário encontrar dificuldade para navegar no site pelo celular, dificilmente ele permanecerá na página.

Por que utilizar um site responsivo?

Em todo o mundo os dispositivos móveis vem tomando o lugar dos computadores comuns. No Brasil, o celular já o principal meio de acesso à internet. Segundo dados do IBGE, entre 2013 e 2014 o número de pessoas que acessam à internet pelo celular subiu de 53% para 80%. O PC, em contra-partida, teve uma queda de 88% para 76% no mesmo período. 46 milhões de brasileiros só acessam a internet pelo celular e ao todo, 54% dos domicílios e 61% dos brasileiros com 10 anos ou mais já estão na internet.

Os números em escala global são ainda mais impressionantes. De acordo com um levantamento de dados das empresas Hootsuite e We Are Social, mais de 5 bilhões de pessoas (67% da população mundial) utiliza algum dispositivo móvel.

Após as mudanças que o Google fez em seu algoritmo de busca, que entraram em vigor no dia 21 de abril de 2015, os sites responsivos ganharam as primeiras posições nas pesquisas. Essa mudança, que é chamada por alguns de Mobilegeddon, veio para penalizar os sites que não são responsivos. Atualmente, os sites que não tem um design responsivo tem que pagar muito mais para aparecer nas primeiras colocações das pesquisas do Google.

Além de perder posições no Google, o site que não é responsivo também perde público das mídias sociais. Um post no Facebook, por exemplo, que tem como intuito levar o usuário ao site da empresa pode acabar com um cliente insatisfeito devido a diferença entre os layouts. Ou seja, o usuário que está utilizando um dispositivo móvel vai de uma rede social responsiva para um site não é responsivo acaba se frustrando. E o objetivo da postagem acaba se perdendo, assim como o cliente em alguns casos.

Os desafios para ter um site responsivo

O objetivo do site responsivo é proporcionar a melhor experiência possível ao usuário e o melhor retorno ao dono do site. Mas, para um site ter a melhor performance possível várias aspectos são necessários. Um ótimo conteúdo e uma boa relação com o cliente através das mídias sociais também são imprescindíveis para o sucesso.

Com todos esse números, a mensagem é clara: não basta ter um site se ele não for acessível pelos dispositivos móveis. Caso tenha interesse, entre em contato com a Aligator e peça um orçamento.

voltar

Comentários